Mestrandos

   
 

Mestre: Morcego, natural do Rio de Janeiro, iniciou capoeira com o Mestre Camisa no ano de 1981 no Clube de Natação e Regatas Santa Luzia, no Aterro do Flamengo - RJ e formou-se Mestrando em 1995.

Iniciou seu trabalho ministrando aulas na academia Souza Anjos, em Cordovil - RJ, ampliando posteriormente este trabalho nas Academias Las Vegas, Jardim América - RJ e Jorge Gonzales, Ilha do Governador - RJ.

Mudou-se para Brasília em 1998 onde ministrou aulas até o ano de 2004, actualmente reside no Rio de Janeiro, contudo supervisiona trabalhos realizados por seus alunos nos seguintes locais do DF e entorno: Asa Norte, Asa Sul, Guará, Lago Sul, Taguatinga, Braslândia , Samambaia, Águas Claras, Val Paraíso e Cidade Ocidental.

Durante três anos foi o responsável pelo aprimoramento técnico dos integrantes da Abadá-Capoeira da Região Sul e atualmente é o responsável por este acompanhamento na Região Nordeste, além de ter seu trabalho estendido por seus alunos aos seguintes estados: RJ, DF, RN, CE, PR, PB e GO. E também em Portugal, França, Córsega e Luxemburgo.

 

                                          MESTRE  CHARM

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ano de Formatura: 1997/ 2011  ahora 

Mestre Charm pratica capoeira desde 1976.

Actualmente reside e ministra aulas em Goiânia e coordena o trabalho da Abadá-capoeira em Goiás.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                           MESTRA  EDNA LIMA

   
 

Edna Lima conheceu a capoeira quando tinha 12 anos de idade. Começou os treinos em Brasília, primeiro com o Instrutor Dentinho, e depois de ele se ir embora, Edna Lima juntou-se ao Mestre Taborda da Senzala.

Durante quatro anos ela treinou em Brasília e viajou pelo Brasil, fazendo cursos e jogando em várias rodas de capoeira. Aprendeu diferentes métodos de capoeira e enfrentou o desafio de ser uma das poucas mulheres na capoeira naqueles tempos. Desde que começou sempre foi conhecida por "Edna".

Em 1981 graduou-se: na Capoeira, onde se tornou a primeira mulher Mestre, com o Mestre Tabosa; no Karaté recebeu o cinturão negro em Shotokan com Sensei Testa e Childerico; e finalmente graduou-se em Educação Física na Faculdade.

Edna recebeu a corda vermelha de Mestranda do Mestre Camisa e do Grão Mestre Camisa Roxa no Rio de Janeiro em 1997, quando se tornou membro da Abadá Capoeira, tornando-se a primeira Mestranda da Abadá Capoeira.

 

 

                                    MESTRA  MARCIA CIGARRA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mestranda Márcia Treidler "Cigarra", originária do Rio de Janeiro é a fundadora e directora artística da Abadá-Capoeira São Francisco.

Uma veterana desde 1982, Mestranda Márica Cigarra mantém o seu reconhecimento internacional pelas suas conquistas. Começou a ensinar em 1987, trabalhando com crianças no Rio de Janeiro, e desde então ensinou e jogou por todo Brasil, América do Norte e Europa.

A Mestranda Márcia Cigarra modou-se para São Francisco em 1991 e fundou a Abadá-Capoeira São Francisco, uma organização dedicada a preservar as tradições e a expandir a capoeira. Sob a sua direcção artística, esta organização não lucrativa cresceu para servir mais de 20 mil pessoas anualmente através de cursos e de exibições.

Em 1997 Mestranda Márcia Cigarra conseguiu residência permanente nos Estados Unidos depois de lhe ser entregue um prémio de Interesse Nacional como sendo uma "estrangeira com capacidades extraordinárias". Nesse mesmo ano fundou a o Centro Abadá-Capoeira/Artes Marciais Brasileiras, que foi o primeiro centro em São Francisco dedicado às artes culturais Afro-Brasileiras.

O seu trabalho reflete o seu empenho na perservação e expanção de uma arte que tem um impacto incálculável nos padrões
culturais das comunidades.

Em 1998 recebeu de Mestre Camisa a corda vermelha!

 

                                              MESTRE CANGURU

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ano de Formatura: 2000

Mestrando Canguru pratica capoeira desde 1980.

Actualmente reside e ministra aulas no Rio de Janeiro - RJ e é um dos responsáveis pela coordenação dos trabalhos da ABADÁ-CAPOEIRA na Região Norte

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                              MESTRANDO PEIXE CRU

 

Paulo Rogério Yoneyama, o Peixe-Cru, nascido na cidade de São Paulo, em 9 de Janeiro de 1970.

Em 1981, enquanto jogava bola perto de sua casa, viu um capoeirista executando alguns movimentos de capoeira, o que despertou sua curiosidade e seu interesse pela actividade.

No mesmo ano, contrariando a vontade de sua mãe, começou a treinar na academia do Mestre Meinha, do Grupo Cruzeiro do Sul. Frequentador assíduo da academia, foi batizado logo, após duas semanas de treinos. aproveitando em evento realizado pelo seu Mestre.

Pela sua descendência nipónica, seus familiares questionavam sua escolha pela capoeira, em vez de treinar judo, karaté ou outra arte marcial oriental. Mas a beleza da capoeira, o ritmo, a ginga e os movimentos o atraíam de maneira irresistível.

Formou-se "Professor-Mirim" em 1985 e em 1987, quando Mestre Meinha fechou a academia, começou com Peixada, seu irmão, a dar aulas de capoeira em locais alugados e na garagem e sala de sua casa, o que foi o começo da sua acaddemia.

Durante essas actividades viajava sempre com os seus alunos, indo prestigiar eventos e baptizados de outros grupos de capoeira.

1m 1991, durante um evento, teve o seu primeiro contacto com a Abadá-Capoeira, onde conheceu o Cobra e outros integrantes do grupo. A forma de jogar e a técnica da Abadá trouxeram de volta os sentimentos iniciais que fizeram Peixe Cru iniciar na Capoeira e ele quis saber mais sobre esse grupo.

No mesmo ano, Mestre Camisa foi ministrar um curso a São Paulo, e incentivado por um amigo, o Caco Véio, juntou as economias e inscreveu-se, com a intenção de conhecer pessoalmente Mestre Camisa.

Depois do curso, Mestre Camisa convidou os presentes para conhecerm a academia do Rio de Janeiro, e Cobra o convidou para se hospedar em sua casa.

Passado algum tempo, Peixe Cru foi para o Rio, onde fez alguns treinos com a Abadá-Capoeira.

Após esses contactos iniciais, esteve presente num Batizado do Cobra, onde conversou com Mestre Camisa e começou a fazer parte da Abadá-Capoeira.

Em 1993 oficializou-se no grupo, num evento que pegou a corda roxa. Coincidentemente, foi no mesmo ano que Cobra se formou Mestrando.


Em 1995 fez a sua primeira para o exterior, indo para os Estados Unidos, São Francisco, num evento realizado pela Mestranda Márcia Cigarra.

Hoje ele é um profissional, e tem a capoeira como forma de vida, tirando dessa o seu sustento e da sua família.

Possui um academia em São Paulo, além de dar aulas em vários locais e desenvolver uma série de trabalhos sociais.


Formou-se Mestrando da Abadá-Capoeira em 2005!

                                          MESTRANDO PERNILONGO

 
Sidney Maurício Tempesta, o Pernilongo, nasceu em Americana, interior do Estado de São Paulo, no dia 5 de Setembro de 1973.

Conheceu a capoeira em 1985 numa roda de rua, em Americana. Gostou e começou a treinar com Mestre Carlos, Associação Filhos da Terra.

O começo foi difícil, pois a academia era longe de casa e ia treinar a pé ou de bicicleta e nem sempre o seu pai lhe dava o dinheiro da mensalidade, o que o obrigava a fazer alguns trabalhos extra para poder pagar.

Capoeira foi amor á primeira vista, e esse amor foi reforçado no final de 1985, quando foi baptizado e recebeu a sua primeira graduação.

Em 1988 conheceu o Mestrando Cobra que treinava e morava no Rio de Janeiro com Mestre Camisa. Naquele momento Mestre Carlão não estava mais em Americana, e Pernilongo foi para o Rio de Janeiro conhecer o trabalho de Mestre Camisa e identificou-se com a estrutura de treinamento e organização de trabalho da Abadá-Capoeira. Pensou em se mudar para o Rio de Janeiro, mas era muito novo ainda, tinha apenas 16 anos.

Continuou os seus treinos e em seguida foi para um encontro em Barretos, onde conheceu o instrutor Yves, que era aluno de Mestre Camisa e morava e ministrava aulas em Campinas. Conversando, ele pediu para vir dar aulas em Americana e também o acompanhou nas viagens ao Rio de Janeiro, quando se integrou mais no trabalho da Abadá-Capoeira.

Porém, em 1993 Yves ficou muito doente e foi muito dificil para Pernilongo vê-lo naquela situação, pois Yves era uma capoeirista que gostava muito de treinar e trabalhar. Faleceu no mesmo ano.

Pernilongo continuou a viajar para o Rio de Janeiro e também para outros estados, treinando com Mestre Camisa e desenvolvendo o seu trabalho em Americana. Nesta altura Pernilongo já tinha a capoeira como sua profissão.

Em 1996 rrecebeu de Mestre Camisa a graduação de Instrutor e já era responsável por vários alunos que ministravam aulas em várias cidades no interior do estado. Realizava também eventos de qualidade que atraiam grandes públicos.

Em 1998 realizou a primeira edição dos Jogos Paulistas da Abadá-Capoeira, com a participação de mais de 30 cidades do Estado e com curso do Mestre Camisa.

Pernilongo esteve sempre presente nos cursos da Abadá, ministrados pelo Mestre e pelos Mestrandos. Viajou por todo o Brasil e por diversos países, como África do Sul, Coreia, França, Estados Unidos, Alemenha, México, entre outros.

No ano de 200 fundou o Centro Cultural Abadá-Capoeira, uma sede própria, especialmente para a prática de Capoeira. Faz ainda um trabalho com a Faculdade de Americana-FAM, de projectos sociais e eventos.

Formou-se Mestrando da Abadá-Capoeira no ano de 2005!

(informação retirada da Revista Abadá Capoeira - ano1, nº1 Agosto 2005)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                       MESTRANDO PAULINHO  VELHO

Paulo César Valadares Carvalho

Ano de Formatura: 2007

Mestrando Paulinho Velho pratica capoeira desde 1980.
Atualmente ministra aulas no Piauí e no Maranhão e é um dos responsáveis pela coordenação dos trabalhos da Abadá-capoeira na Região Nordeste.